IMG-LOGO
Carrinho vazio!
IMG-PRODUCT

Downloads:

Bioética, governança e neocolonialismo

Descrição:
As descobertas científicas sempre foram uma das maiores forças impulsionadoras de mudanças, muitas vezes bruscas, das sociedades. No mundo contemporâneo, o avanço do conhecimento humano sobre a natureza será um dos fatores fundamentais a determinar o futuro. Assim, a comunidade internacional será cada vez mais chamada a opinar sobre as consequências da biomedicina sobre os seres humanos. Da necessidade de analisar e extrair lições da evolução da biomedicina e o impacto sobre a vida e os direitos fundamentais da pessoa humana, nasce a bioética. A evolução da biomedicina deverá mudar a forma pela qual entendemos a vida e abrir fronteiras novas que precisam ser exploradas eticamente. No caso brasileiro, o diálogo entre governo, academia e sociedade civil é fundamental para que o país usufrua dos benefícios trazidos pelas novas tecnologias. Incorporar a dimensão da bioética, seus limites e suas possibilidades, é essencial para que a diplomacia brasileira possa agir em defesa dos direitos humanos, particularmente de populações desprotegidas. 

Detalhes
Autor(a) Alexandre Brasil da Silva
Editora FUNAG - Fundação Alexandre de Gusmão
Assunto Bioética - aspectos históricos | Bioética-Brasil | Declaração das Nações Unidas sobre a clonagem humana (2005) | Declaração universal sobre bioética e direitos humanos (2005) | Pesquisa clínica
Ano 2015

Edição 1ª Edição

Nº páginas 248

Idioma Português
ISBN 978-85-7631-570-4