Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

rússia

CRONOLOGIA POR PAÍSES

BRASIL - RÚSSIA

DATA: Ano de 1808

ASSUNTO: Representante do Reino de Portugal à Corte no Rio de Janeiro

EVENTOS: Rodrigo Navarro de Andrada (ex-Oficial da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros, depois Barão de Vila Secca) é nomeado Encarregado de Negócios na Rússia.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: 10/06/1812

ASSUNTO: Tratado

EVENTOS: João Paulo Bezerra (depois Ministro e Secretário do Estado dos Negócios Estrangeiros no Rio de Janeiro) assinou em São Petersburgo, a 10 e junho de 1812, com Dimitry de Gourieff e o Conde Alexandre Soltykoff, a declaração prorrogando o Tratado de Amizade, Navegação e Comércio, de 27 de dezembro de 1798, o qual foi ainda mais tarde prorrogado em Declaração de 29 de março de 1815, assinada em Viena.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: Ano de 1812

ASSUNTO: Representante russo à Corte portuguesa no Rio de Janeiro

EVENTOS: Conde de San Pahlen é nomeado Enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário à Corte no Rio de Janeiro.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: 22/03/1816

ASSUNTO: Notificação

EVENTOS: Antônio de Saldanha da Gama (depois Conde de Porto Santo) notificou ao governo da Rússia, em nota de 22 de março de 1816, a elevação do Estado do Brasil a Reino pela Carta de Lei de 16 de dezembro de 1815.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: 22/05/1817

ASSUNTO: Rompimento de relações

EVENTOS: O governo de D. João VI cortou relações com o embaixador Pierre de Balk Poleff, a 22 de maio de 1817, em nota que lhe foi dirigida nesta data pelo Conde da Barca, por ter ele, em audiência que lhe foi concedida a 20 de maio, desacatado El-Rey, sendo esse incidente explicado, com a cópia de toda a correspondência, na circular de 24 de maio do mesmo ano, do Conde da Barca, Ministro dos Negócios Estrangeiros, dirigida ao Corpo Diplomático estrangeiro no Rio. O diplomata russo partiu do Rio no dia 24 de junho do mesmo mês.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: 09/1825

ASSUNTO: Expedição

EVENTOS: O Barão de Langsdorff, naturalista russo, inicia expedição pelo interior do Brasil.

FONTE: GARCIA, Eugênio Vargas. Cronologia das Relações Interncionais do Brasil. Rio de Janeiro/ Brasília: Contraponto/FUNAG, 2005.

 

DATA: Ano de 1824

ASSUNTO: Representante brasileiro na Rússia

EVENTOS: Luiz de Souza Dias é nomeado Encarregado de Negócios na Rússia.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

 

DATA: 14/01/1827

ASSUNTO: Reconhecimento

EVENTOS: Reconhecimento da independência do Brasil pela Rússia.

FONTE: GARCIA, Eugênio Vargas. Cronologia das Relações Interncionais do Brasil. Rio de Janeiro/ Brasília: Contraponto/FUNAG, 2005.

 

DATA: Ano de 1827

ASSUNTO: Reconhecimento

EVENTOS: Em despacho de dezembro de 1827, Nessebrode, Ministro das Relações Exteriores da Rússia, declarou ao embaixador russo em Londres, Príncipe de Lieven, que o falecimento de D. João VI de Portugal, em10 de março de 1826, impedira o Imperador da Rússia de reconhecer formalmente D. Pedro I, mas que o Imperador do Brasil estava de fato reconhecido na Rússia e que ele, Nessebrode, acabava de autorizar, por Circular, todos os agentes diplomáticos russos a entrarem em relações oficiais com os diplomatas brasileiros. O Príncipe de Lieven, em nota de janeiro de 1828, transmitiu essas declarações ao Ministro do Brasil em Londres, Visconde de Itabayana.

FONTE: CAMPOS, Adalberto de. Relações diplomáticas do Brasil. Rio de Janeiro: Jornal do Comércio, 1913.

registrado em:
Fim do conteúdo da página