Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

estados unidos da américa

CRONOLOGIA POR PAÍSES

BRASIL - ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

DATA: 03 dez. 1823

ASSUNTO: Declaração

EVENTOS: O Império do Brasil é o primeiro governo estrangeiro a aderir à Doutrina Monroe.

 

DATA: 31 jan. 1824

ASSUNTO: Nomeação

EVENTOS: José Silvestre Rebelo é noemado Encarregado de Negócios nos Estados Unidos da América (Instruções de 23 jan. 1823).

 

DATA: 26 maio 1824

ASSUNTO: Reconhecimento da Independência

EVENTOS: A independência do Brasil é reconhecida pelos Estados Unidos da América, quando o Presidente James Monroe recebe José Silvestre Rebello com as formalidades devidas a representantes de estados soberanos.

 

DATA: 08 mar. 1827

ASSUNTO: Rompimento

EVENTOS: Condy Raguet, representante estadunidense no Rio de Janeiro, solicita passaporte para retornar a seu país. Esse é o desfecho de longa crise, desenvolvida a partir de desconfianças recíprocas pelas formas de governo, incidentes como o apresamento de navios e a política no Prata.

 

DATA: 12 dez. 1828

ASSUNTO: Tratado

EVENTOS: Brasil e EUA reestabelecem relações diplomáticas com um Tratado de Amizade, Navegação e Comércio, ratificado pelo Brasil nesta data e pelos Estados Unidos em 17 mar. 1829. A duração estipulada foi de doze anos e um ano mais depois da denúncia. As disposições relativas ao comércio e à navegação ficaram sem efeito (12 dez. 1841), mas continuam em vigor as que se referem à paz e à amizade.

 

DATA: 25 fev. 1847

ASSUNTO: Incidente

EVENTOS: O Governo Imperial declara persona non grata Henry A. Wise, Enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário dos EUA no Rio de Janeiro, desde 1844. Por nota de 25 fev. 1847, o `Barão de Cairu, Ministro dos Negócios Estrangeiros, recusou a audiência solicitada para entregar uma carta do Presidente dos Estados Unidos ao Imperador. A “Questão Wise”, como ficou conhecida, foi o desdobramento da prisão e do processo contra um oficial da corveta estadunidense Saratoga, Alonso Davis, que, de espada em punho, se opusera à prisão de três marinheiros, promotores de um grande distúrbio na noite de 31 out. 1846.

 

DATA: 27 jan. 1849

ASSUNTO: Tratado

EVENTOS: David Tod, Enviado Extraordinário e Ministro Pleniponteciario estadunidense, assinou com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Visconde de Olinda (depois marquês), uma convenção para o pagamento de reclamações daquele país sobre o apresamento de navios durante o bloqueio do rio do Prata. As ratificações foram trocaram em Washington a 18 jan. 1850.

registrado em:
Fim do conteúdo da página