Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

FUNAG - InstituciOnal 

 

 

A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), instituída pela Lei 5.717 de 26 de outubro de 1971, é uma fundação pública vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, que tem como objetivos básicos:

  • realizar e promover atividades culturais e pedagógicas no campo das relações internacionais e da história diplomática do Brasil;
  • realizar e promover estudos e pesquisas sobre problemas atinentes às relações internacionais;
  • divulgar a política externa brasileira em seus aspectos gerais;
  • contribuir para a formação no Brasil de uma opinião pública sensível aos problemas da convivência internacional;
  • apoiar a preservação da memória diplomática do Brasil; e
  • desenvolver outras atividades compatíveis com suas finalidades e estatutos.

A FUNAG conta com dois órgãos singulares: o Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) e o Centro de História e Documentação Diplomática (CHDD).

Como resultado dos trabalhos desenvolvidos pela FUNAG, é possível destacar:

  • edição e reedição de livros sobre história diplomática do Brasil, política externa brasileira e temas de relações internacionais relevantes para a diplomacia brasileira; 
  • compilação dos textos produzidos para fomentar discussões nos seminários, conferências e cursos promovidos pela FUNAG; 
  • edição de teses do Instituto Rio Branco, especialmente de seu Curso de Altos Estudos, elaboradas por diplomatas brasileiros; 
  • disponibilização de suas publicações para download gratuito, por meio de sua página na internet e sem qualquer custo para o usuário; e
  • realização de cursos para diplomatas estrangeiros.

O objetivo maior da FUNAG, em síntese, consiste na realização de debates e na difusão de conhecimento sobre a política externa brasileira, temas de relações internacionais e da história da diplomacia brasileira, com vistas, em especial, à formação de opinião pública a respeito dos grandes temas da agenda internacional contemporânea.

Estrutura organizacional


Relação dos presidentes da FUNAG

Ministro Roberto Goidanich 11/03/2019 - hoje
Embaixador Sérgio Eduardo Moreira Lima 31/01/2014 - 17/11/2018
 Embaixador José Vicente de Sá Pimentel 05/06/2012 - 31/01/2014
 Embaixador Gilberto Vergne Saboia 31/01/2011 - 17/05/2012
Embaixador José Jeronimo Moscardo de Souza 24/03/2006 - 08/11/2010
Embaixadora Maria Stela Pompeu Brasil Frota 09/03/2005 a 24/03/2006
Embaixadora Thereza Maria Machado Quintella 28/11/2001 a 09/03/2005
Conselheira Maria Lucy Gurgel Valente de Seixas Corrêa 29/03/2000 - 15/03/2001 / 01/09/2001 - 27/11/2001
Embaixador André Mattoso Maia Amado 16/03/2001 - 31/08/2001
Embaixador Alvaro da Costa Franco Filho 26/03/1998 - 28/03/2000
Embaixador João Clemente Baena Soares 16/01/1995 - 25/03/1998
Embaixador Gelson Fonseca Junior 13/11/1992 - 16/01/1995
Embaixador Synésio Sampaio Goes Filho 28/07/1992 - 13/11/1992
Embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima 1987 - 1992
Embaixador Marcos Castrioto de Azambuja 1985 - 1987
Embaixador Wladimir do Amaral Murtinho 1981 - 1984

 

ipri - INSTITUTO DE PESQUISA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Fundado em 1987, o Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) é um órgão da FUNAG e tem por finalidade:

  • desenvolver e divulgar estudos e pesquisas sobre temas atinentes às relações internacionais;
  • promover a coleta e a sistematização de documentos relativos a seu campo de atuação;
  • fomentar o intercâmbio científico com instituições congêneres nacionais e estrangeiras;
  • realizar cursos, conferências, seminários e congressos na área de relações internacionais.

Por meio dessas atividades, o IPRI trabalha para a ampliação e o aprofundamento dos canais de diálogo entre o Ministério das Relações Exteriores e a comunidade acadêmica sobre temas de interesse para a política externa brasileira.

 

chdd - CENTRO DE HISTÓRIA E DOCUMENTAÇÃO DIPLOMÁTICA

Criado em 2002, o Centro de História e Documentação Diplomática (CHDD) é um órgão da FUNAG e tem por finalidade:

  • promover e divulgar estudos e pesquisas sobre historia diplomática e das relações internacionais do Brasil;
  • criar e difundir instrumentos de pesquisa, incentivar e promover a edição de livros e periódicos sobre temas de sua competência;
  • promover a realização de atividades de natureza acadêmica no campo da história diplomática.

O CHDD tem sido responsável pelo levantamento, pela pesquisa e edição de livros que trazem à luz documentação primária, fonte inestimável para pesquisadores e profissionais da área acadêmica. O CHDD realiza pesquisas, sobretudo, a partir dos documentos depositados no Arquivo Histórico e na Mapoteca do Itamaraty no Rio de Janeiro, que contêm o mais rico acervo documental sobre a História Diplomata do País. O Arquivo possui correspondência oficial do Ministério das Relações Exteriores desde o Império até a transferência da chancelaria para Brasília, em 1970.

O Centro publica, semestralmente, os “Cadernos do CHDD”, que traz à luz pesquisas efetuadas nos arquivos do Itamaraty. São, igualmente, organizados números especiais dos “Cadernos” dedicados a temas específicos, sob a coordenação de membros da academia. Em 2012, o CHDD mantém cooperação com importantes entidades de fomento à pesquisa, como a FINEP e a Fundação José Bonifácio, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página