Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Cerimônia de lançamento dos livros “Barão do Rio Branco – Cadernos de Notas” e “A Diplomacia na Construção do Brasil: 1750-2016”

A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) realizaram cerimônia de lançamento da obra “Barão do Rio Branco – Cadernos de Notas: a questão entre o Brasil e a França (maio de 1895 a abril de 1901)”, do embaixador Affonso José Santos, editada em seis volumes pela FUNAG, e do livro “A Diplomacia na Construção do Brasil: 1750-2016”, do embaixador Rubens Ricupero, em 25 de julho, no Palácio Itamaraty, Rio de Janeiro. O evento contou com apresentação das obras por seus autores, que responderam a perguntas do público.

"Barão do Rio Branco – Caderno de Notas" examina a questão entre o Brasil e a França, durante o período de 1895 a 1901, especificamente o processo pelo qual se encaminhou a solução do problema da fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa. A publicação distingue-se pela ampla documentação francesa pesquisada, apresentada cronologicamente com os registros pessoais de Rio-Branco, e da documentação oficial da chancelaria brasileira. A leitura do trabalho revela o desempenho de Rio-Branco como pesquisador dos antecedentes; da preparação das memórias brasileiras; e, em seguida, como defensor do Brasil nessa questão, encaminhada pelos dois países ao Conselho Federal da Suíça que atuou como árbitro.

A questão, a mais longa e uma das mais complexas enfrentadas pelo nosso país no cenário internacional, resultou em mais um êxito do Brasil no cenário internacional, além de um marco na formação e consolidação do território nacional. O trabalho conta com resumos em português que precedem os textos franceses e de imagens de originais manuscritos de selecionados textos das autoridades daquele país, além de extenso índice onomástico, inclusão de mapas utilizados por Rio-Branco e reprodução de pertinente troca de correspondência, entre o barão e personagens envolvidos na questão. O prefácio da obra é do embaixador Rubens Ricupero.

Por sua vez, “A Diplomacia na Construção do Brasil” é reconhecida com a mais completa e atualizada história das relações internacionais do Brasil, um livro decisivo para a compreensão de nossa diplomacia e de seus resultados.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página