Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Em visita ao Brasil, o diretor de Operações do Comitê Internacional da Cruz Vermelha participa de briefing com representantes do Itamaraty e profere palestra sobre os desafios humanitários e a atuação do CICV no mundo
Início do conteúdo da página

Em visita ao Brasil, o diretor de Operações do Comitê Internacional da Cruz Vermelha participa de briefing com representantes do Itamaraty e profere palestra sobre os desafios humanitários e a atuação do CICV no mundo

Em 12 de julho, a convite da Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e o Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI), o diretor de Operações do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Dominik Stillhart, participou de dois encontros no Palácio Itamaraty. Pela manhã, na sala de reuniões “C”, Stillhart reuniu-se para um briefing com responsáveis de áreas afins do Ministério das Relações Exteriores para apresentar os desafios atuais a trabalho humanitário e à atuação do Comitê em diversos países (Colômbia, Venezuela, Síria, Haiti, Somália, Iémen, Sudão do Sul e República Democrática do Congo). Após a apresentação inicial do palestrante, foi aberta sessão de debates e questionamentos com os presentes. Confira a lista dos convidados. 

À tarde, no auditório Paulo Nogueira Batista, foi realizada a palestra, em inglês, “Global crises and humanitarian challenges: the work of the International Committee of the Red Cross” (tradução livre “Crises globais e desafios humanitários: a atuação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha”). Participaram da mesa de abertura, o chefe da Delegação Regional do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi; a diretora do Departamento de Organismos Internacionais, embaixadora Maria Luísa Escorel de Moraes; o chefe da Divisão das Nações Unidas, ministro Eugênio Vargas Garcia; e o presidente da FUNAG, embaixador Sérgio Eduardo Moreira Lima.

Com o auditório repleto, o palestrante destacou a evolução dos orçamentos de campo do Comitê; a desagregação regional; as principais tendências do conflito e as consequências humanitárias. Além disso, relatou quais são os principais desafios da atuação do CICV e quais foram as realizações de 2017. Por fim, ressaltou as estratégias de 2017/2018.

Acesse a íntegra dos slides apresentados por Stillhart e veja o discurso, em inglês, do presidente da Fundação.

Comitê Internacional da Cruz Vermelha

O CICV é uma organização humanitária neutra, independente e imparcial, que trabalha em mais de 80 países para levar proteção e assistência a vítimas de conflitos armados e outras situações de violência. Ao acompanhar de perto a situação humanitária nos contextos em que o Comitê atua, o diretor de operações conheceu, entre outros, a dramática situação na Somália, no Sudão do Sul e no nordeste da Nigéria; a guerra na Síria, por sua vez, entra no seu sétimo ano e continua sendo a maior e mais complexa crise humanitária do mundo; e o Iêmen que, após dois anos de conflito, agora enfrenta grave surto de cólera.

Sobre o palestrante

Com uma carreira de 27 anos no CICV, Dominik Stillhart é diretor de Operações da organização desde 2014. Antes de assumir o cargo atual, ele havia atuado em países da África, da Europa Central e do Oriente Médio. Entre 2000 e 2003, foi chefe adjunto da Divisão de Assistência do CICV, na sede da instituição, em Genebra. Dominik Stillhart tem mestrado em Ciências Econômicas pela Universidade de St. Gallen, Suíça, e, também, é mestre em Política Social e Planejamento pela London School of Economics (Reino Unido).

Fotos: Arapuã Brito

registrado em:
Fim do conteúdo da página