Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ramiro Elysio Saraiva Guerreiro

 

92

Nascido em Salvador (BA), diplomou-se em direito pela Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro). Após concluir o curso do Instituto Rio Branco (1945), serviu nas embaixadas em La Paz (1950) e, já como primeiro-secretário, em Washington (1956). Promovido a conselheiro, foi designado para a embaixada de Montevidéu (1966) e fez parte da delegação da Reunião de Chefes de Estado Americanos (1967). Nomeado subsecretário-geral de Política Externa do Itamaraty (1969), foi chefe da delegação brasileira junto ao GATT (1970). No ano seguinte liderou a delegação brasileira na Conferência sobre Direito Marinho, das Nações Unidas. Chefiou o Comitê de Cooperação Econômica, Ciência e Tecnologia, durante as negociações com a Alemanha, a respeito de tecnologia nuclear (1974). No mesmo ano nomeado secretário-geral do Itamaraty, permaneceu no cargo até 1978. Ao final do governo Geisel, seria embaixador em Paris. Em março de 1979, o presidente Figueiredo convidou Saraiva Guerreiro para o Ministério das Relações Exteriores. Durante sua gestão, foram assinados os Tratados de Itaipu e Corpus sobre cooperação energética entre Brasil, Argentina e Paraguai, entrando em vigor a Associação Latino-Americana de Integração (ALADI). Deixou o cargo em 1985, no final do governo Figueiredo.

Fim do conteúdo da página