Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Nilo Procópio Peçanha

65

Nascido em Campos (RJ) e falecido no Rio de Janeiro, foi bacharel pela Faculdade de Direito de Recife (1887). Eleito deputado constituinte (1890), reelegeu-se sucessiva­mente até 1903, quando se tornou senador. No mesmo ano presidiu o Estado do Rio de Janeiro. Em 1906, foi vice-presidente da República no governo Afonso Pena. Com a morte deste (1909), assumiu a presidência até o término do mandato presidencial, em 1910. De novo reeleito para o senado (1912) foi, também pela segunda vez, presidente do Estado do Rio de Janeiro. A partir de 1917, tornou-se ministro das Relações Exteriores do governo Venceslau Brás e manteve-se no cargo até o final desse governo. Foi um dos articuladores da entrada do Brasil na Primeira Guerra. Foi derrotado por Arthur Bernardes nas eleições presidenciais de 1921.

Fim do conteúdo da página