Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

RIO BRANCO, BARÃO DO (JOSÉ MARIA DA SILVA PARANHOS JÚNIOR)

ABRANCHES, Dunshee de. A lagoa Mirim e o barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1910.

ABRANCHES, Dunshee de. O Maior dos Brasileiros. [Rio de Janeiro: Imprensa Nacional], 1912.

ABRANCHES, Dunshee de. Rio Branco e a política exterior do Brasil. Rio de Janeiro: Oficinas Gráficas do Jornal do Brasil, 1945. 2 v.

ABRANCHES, Dunshee de. Rio Branco: defesa de seus atos. [Rio de Janeiro: Imprensa Nacional], 1911.

ACCIOLY, Hildebrando. O Barão do Rio Branco e a II Conferência da Haia. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 187, p. 61-104, abr./jun. 1945.

ALBUQUERQUE, Matheus de. Rio Branco. Jornal de Alagoas, Maceió, X, p. 1, 10 fev. 1917.

AMADO, Gilberto. Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1947.

ANDRADE, Rodrigo M. F. de. Rio Branco e Gastão da Cunha. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1953.

ARAÚJO JORGE, Artur Guimarães de. Introdução às obras do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1945.

ASUMPCIÓN, Roberto. Rio Branco e ‘L’Illustration’. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 188, p. 10-13, jul./set. 1945.

AVELLAR, Vicente. O Barão do Rio Branco e o Brazil. Rio de Janeiro: Imprensa Gutemberg, 1909.

AZAMBUJA, Graciano Alves de. Biografia do barão do Rio Branco. Revista de ‘O Jornal’, Rio de Janeiro, p. 1, 6-8, 22 abr. 1945.

BARRETO, Carlos Xavier Paes. Rio Branco, o geógrafo. Rio de Janeiro: Minerva, 1947.

BERNÁRDEZ, Manuel. Rio Branco y el Uruguay. In: O BARÃO do Rio Branco visto por seus contemporâneos. Brasília: CHDD, Fundação Alexandre de Gusmão, 2002. p. 69-66.

BESOUCHET, Lídia. Rio Branco e as relações entre o Brasil e a República Argentina. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1949. v. 4.

BEVILAQUA, Clóvis. A educação histórica do Barão do Rio Branco explica a extensão de sua influência na vida nacional do Brasil. In: O BARÃO do Rio Branco visto por seus contemporâneos. Brasília: CHDD, Fundação Alexandre de Gusmão, 2002.BEVILAQUA, Clovis. A Modificação das fronteiras entre o Brasil e o Uruguai. Revista Americana, jun.1910.

BITTENCOURT, Feijó. Quem escreveu e como escreveu acerca do Barão do Rio Branco. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro,Rio de Janeiro, v. 187, p. 3-60, abr./jun. 1945.

BITTENCOURT, Liberato. Psicologia do Barão do Rio Branco. In: O BARÃO do Rio Branco visto por seus contemporâneos. Brasília: CHDD,Fundação Alexandre de Gusmão, 2002. p. 71-73.

BURNS, E. Bradford. A aliança não-escrita: o Barão do Rio Branco e as relações Brasil-Estados Unidos. Rio de Janeiro: EMC, 2003.

BURNS, E. Bradford. A bibliographical essay of the Baron of Rio Branco and his Ministry. Inter-American Review of Bibliography, v. 14, p. 406-414, out./dez. 1964.

BURNS, E. Bradford. Rio Branco e o reconhecimento do Panamá. Jornal do Commercio, p. 4-5, 1º mar. 1963.

BURNS, E. Bradford. Rio Branco e sua política externa. Revista da História, v. 28, p. 367-382, abr./jun. 1964.

BURNS, E. Bradford. Rio Branco visto pelos seus contemporâneos norte-americanos. Jornal do Commercio, p. 4, 11 ago. 1962

CALMON, Pedro. O Barão do Rio Branco. Ilustração Brasileira, Rio de Janeiro, v. 102, p. 5-11, out. 1943.

CALÓGERAS, João Pandiá. Rio Branco e a política exterior. In: O BARÃO do Rio Branco visto por seus contemporâneos. Brasília: CHDD,Fundação Alexandre de Gusmão, 2002. p. 175-212.

CARDIM, Elmano. A imprensa na vida e na obra de Rio Branco. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 188, p. 123-137, jul./set. 1945.

CARNEIRO, Fernandes Levi. Rio Branco e seu espírito de tradição. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 188, p. 113-122, jul./set. 1945.

CARVALHO, A. de A. Mello. El más distinguido de los brasileños – necrología político (versión). Revista Americana, v. 4, p. 191-196, abr. 1913.

CARVALHO, Afonso de. Rio Branco. Rio de Janeiro: Biblioteca Militar, 1945.

CENTRO CÍVICO SETE DE SETEMBRO. À memória do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1912.

CLASSE ACADÊMICA DO RIO DE JANEIRO. À memória do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1912.

CORREIA, Osvaldo Moraes. Rio Branco e a política exterior do Brasil. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 187I, p. 163-172, abr./jun. 1945.

COSTA, João Frank da. Rio Branco, Nabuco e o americanismo. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, Segundo Caderno, p. 1-5, 18 fev. 1962.

DECLARAÇÕES do senhor barão do Rio Branco. Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 8 set. 1908.

EL BARÓN de Rio Branco, figura continental. Toda América, Buenos Aires, 1945.

ESPANET, A. d’. Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1911.

FLEIUSS, Max. Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1931.

GANNS, Cláudio. Contribuição para o estudo de Rio Branco. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 187, p. 186-246, abr./jun. 1945.

GANZERT, Frederic W. José Maria da Silva Paranhos, baron do Rio Branco. Bulletin of the Pan-American Union, Washington, p. 231-238, mar. 1937.

GANZERT, Frederic W. The Baron do Rio Branco, Joaquim Nabuco, and the growth of Brazilian-American friendship, 1900-1910. Hispanic-American Historical Review, v. 22, p. 432-451, ago. 1942.

GODOI, Juansilvano. El Barón de Rio Branco: la muerte del mariscal López, el concepto de la patria. Asunción: Talleres Nacionales, 1912.

GODOI, Juansilvano. El Barón de Rio-Branco. Revista Americana, v. 10, p. 4-13, abr. 1913.

GOROSTIAGA, Manuel. Rio Branco. El Economista Argentino, v. 22, p. 2, 31 maio 1913.

GOROSTIAGA, Manuel. Rio Branco. Revista Americana, v. 4, p. 22-26, abr. 1913.

LACOMBE, Américo Jacobina. Rio Branco e Rui Barbosa. Rio de Janeiro: Casa de Rui Barbosa, 1955.

LAET, Carlos de. Rio Branco. Revista Americana, v. 4, p. 18-21, abr. 1913.

LOBO, Hélio. De Monroe a Rio Branco: páginas de diplomacia americana. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1912.

LYRA FILHO, João. O Barão. Rio de Janeiro: Alba, 1936.

LYRA, A. Tavares de. Rio Branco e o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, v. 186, p. 3-38, jan./mar. 1945.

MEIRA, Augusto. Ruy Barbosa e Rio Branco. [Pará]: Typologia Delta, 1918.

MOORE, John Bassett. Rio Branco. Revista Americana, v. 4, p. 39-41, jul./ago. 1913.

MOTTO, Rocque da. Rio Branco, cincuentenario de su muerte. Montevidéu: Revista Cultural Intercambio, 1963.

MÜLLER, Lauro. Elogio do Barão do Rio Branco. Revista Americana, v. 6, p. 11-35, ago./set. 1917.

NAPOLEÃO, Aluísio. O segundo Rio Branco: o homem e o estadista. Rio de Janeiro: A Noite, 1941.

NAPOLEÃO, Aluísio. Rio Branco e as relações entre o Brasil e os Estados Unidos. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1999. v. 2.

O BARÃO do Rio Branco e o Jornal do Commercio. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, p. 2, 21 abr. 1957.

PARANHOS ANTUNES, Deoclécio de. História do grande chanceler. Rio de Janeiro: Bloch, 1942. (Biblioteca Militar, v. 53).

PINHO, Araújo. A nomeação de J. M. da Silva Paranhos, depois barão do Rio Branco, para cônsul de Liverpool. Revista Americana, 1912.

PINTO DA ROCHA. O Barão do Rio Branco e o direito internacional. In: O BARÃO do Rio Branco visto por seus contemporâneos. Brasília: CHDD, Fundação Alexandre de Gusmão, 2002. p. 47-54.

REID, Douglas. Barão do Rio Branco – lawyer, historian, statesman. Brazilian-American Survey, v. 12, p. 31-32, 1960.

RIBEIRO, Adalberto Mário. O centenário do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1945.

RICUPERO, Rubens. Rio Branco: o Brasil no mundo. Rio de Janeiro: Contraponto/Petrobrás, 2000.

RIO BRANCO, José Maria da Silva Paranhos Júnior (barão do). Obras do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1945-1948. 9 v.

RIO BRANCO, Raul do. Reminiscências do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: José Olympio, 1942.

RIVAS, Angel César. El Barón de Rio Branco. Revista Americana, v. 4, jul./ago. 1913.

ROCHA, Pinto da. O Barão do Rio Branco e o Direito Internacional. Revista Americana, IV, p. 27-34, abr. 1913.

RODÓ, José Enrique. Rio Branco. Revista Americana, v. 4, p. 181-183, abr. 1913.

SERPA, Phocion. O apóstolo da paz. Revista Ibero-Americana, v. 10, p. 407-411, mar. 1946.

SILVEIRA, Alfredo Balthazar da. Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1956.

SOARES, A. Teixeira. O Barão do Rio Branco e a diplomacia brasileira. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, CLXXXVII, p. 175-185, abr.-jun. 1945.

SOUTO MAIOR. O novo Brasil e o Barão do Rio Branco. Jornal do Commercio, p. 2, 20 abr. 1910.

SOUZA, Carlos Martins Pereira de. O Barão que eu conheci. Jornal do Commercio, Segundo Caderno, p. 1-2, 18 fev. 1962.

SOUZA, J. P. Coelho de. O pensamento político de Assis Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1958.

VASCONCELLOS, Mário de Barros e. O Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Ministério das Relações Exteriores/Seção de Publicações do Serviço de Documentação, 1954.

VASCONCELLOS, Mário de Barros e. O Itamaraty e o Barão. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1943.

VENÂNCIO FILHO, Francisco. Rio Branco e Euclides da Cunha. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional / MRE, 1946. 2 v.

VIANA FILHO, Luiz. A morte do Barão. Jornal do Commercio, Segundo Caderno, p. 1, 18 fev. 1962.

VIANA FILHO, Luiz. A vida do Barão do Rio Branco. 6. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1988.

VIDAL, Barros. Getúlio Vargas e Rio Branco. Jornal do Commercio, Segundo Caderno, p. 5, 18 fev. 1962.

VILAÇA, Antônio Carlos. Perfil de um estadista da República: ensaio biográfico do Barão do Rio Branco. Rio de Janeiro: Est. Gráficos Muniz, 1945.

registrado em:
Fim do conteúdo da página